Marcos Pontes, novo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), defendeu a ampliação da banda larga e acesso à internet no Brasil durante a cerimônia de posse do cargo. Contudo, de acordo com o site Agência Brasil, a situação é vista como um grande desafio e terá muitos esforços.

Nós temos um país muito grande. Este é um dos esforços que a gente tem que fazer. Sabemos que tem regiões mais remotas, mais difíceis de se levar banda larga. Mas é muito importante para as escolas, para as famílias como um todo para trazer para a realidade atual”.

O ministro ainda afirmou que manterá os programas de inclusão digital. Contudo, ele avaliará juntamente às operadoras de telecomunicações como expandir a conectividades para mais brasileiros. Além disso, parece que o foco principal de Pontes envolve a educação, assim como seu incentivo.

O ministério também contará com uma secretaria que incentivará o interesse à produção de conhecimento em instituições de ensino públicas.

Pretendemos levar ciência e tecnologia junto com o Ministério da Educação e tentar promover a carreira de pesquisador, motivar jovens para as profissões de pesquisa. Também vamos promover maior divulgação científica

O ministro também colocou a intenção de fazer parcerias além do ministério da educação. Ou seja, parcerias para promoção de tecnologias aplicadas estratégicas. Entre elas, as relacionadas ao espaço, nuclear, cibersegurança, inteligência artificial, de apoio ao desenvolvimento sustentável e à produção agrícola.