A Microsoft já havia confirmado estar trabalhando no desenvolvimento da próxima geração do Xbox chamada Scarlett. E mais detalhes foram revelados.

Agora, de acordo com o site Thurrott, a sugestão é de que são dois consoles. No entanto, um será mais tradicional e mais próximo do que você esperaria da marca Xbox. Quanto ao outro será um dispositivo de streaming (ou de nuvem) projetado para funcionar com a próxima plataforma de streaming de jogos da empresa. Por enquanto, não saíram muitos detalhes sobre o console mais simples e sim sobre o dispositivo de streaming que também foi apelidado de “Scarlett Cloud”.

Segundo as informações, o Scarlett Cloud será um dispositivo de menor potência. E de acordo com a Microsoft acredita-se que isso ajudará a lidar com os aspectos sensíveis à latência dos jogos. O console terá capacidade de processamento limitada para tarefas básicas como imput dos controles, processamento de imagem e, principalmente, detecção de colisão. O objetivo é que o dispositivo custe significativamente menos do que os consoles padrões.

De acordo com o site Thurrott isso é muito importante. Isso pois o maior lucro da Microsoft não vem das vendas de consoles e sim dos serviços prestados. Serviços como Xbox Live, Xbox Gamepass e vendas de jogos. E tudo isso que foi falado foi sobre o console em nuvem. Lembrando que uma parte ainda seria executada localmente.

Isso significa que o jogo estará rodando em dois locais ao mesmo tempo. E quem faria o serviço de integração e sincronização das duas partes seria o serviço de cloud da Microsoft. Enfim, de acordo com o Thurrott apesar da versão em nuvem de Scarlett estar mais adiantada em desenvolvimento que a versão local os dois serão lançados em 2020.

Console.
Console.