Recentemente, a Google revelou que aplicativos para mineração de criptomoedas não podem mais participar da Play Store. A empresa atualizou a cartilha de regras a serem seguidas pelos desenvolvedores de aplicativos da Play Store.

Embora esta mudança tenha pegado de surpresa alguns desenvolvedores destes tipos de aplicativos, ela não chega ser uma surpresa. A sua concorrente direta, a Apple, já algum tempo atrás decidiu banir este tipo de aplicativo em sua loja, a App Store, bem como em todos dispositivos iOS e Mac.

Criptomoedas

De acordo com as informações, a Google quer banir estas aplicações por conta do alto uso do hardware dos smartphones, prejudicando o desempenho do aparelho. Além disso, esta decisão também tem haver com a questão de segurança do usuário. Muitos aplicativos maliciosos mascarados como mineradores tem surgido. Desse modo, surgiram aplicativos mineradores zumbis, que são aplicativos que executam scripts silenciosos de mineração sem avisar ao usuário disso.

Nos dias de hoje, estes mineradores zumbis são mais comuns do que você imagina. Além de aplicativos, muitos sites estão utilizando desta opção. Alguns desenvolvedores se defendem das acusações de mineradores zumbis alegando que o usuário terá uma experiencia de navegação e uso do aplicativo ou site sem qualquer tipo de anúncio para atrapalha-lo. Ai fica a questão. Você prefere banners e anúncios enquanto navega em sites e utiliza aplicativos, ou prefere “ceder” uma parte ou boa parte de seu processamento para mineração sem anúncios? Deixe nos comentários a sua opinião!