Jess Cliffe, um dos criadores de Counter-Strike, foi preso em Seattle ontem, na última quinta-feira (01) acusado de praticar abuso infantil.

Segundo a Kiro 7, uma estação de TV de Seattle, Cliffe foi preso na manhã de ontem, quinta-feira (01) somente sob custódia, sem nenhuma acusação oficial. Porém, o julgamento está marcado para hoje à tarde. Algumas fontes informaram que Cliffe havia feito o pedido de fiança, mas este foi negado pelas autoridades.

Imediatamente, após saber do ocorrido a Valve anunciou no blogue Kotaku que Jess Cliff estará suspenso até ser descoberto exatamente o que aconteceu. “Nós ainda estamos investigando os detalhes sobre o que realmente aconteceu. Os relatórios sugerem que ele foi preso por uma ofensa criminal. Assim, nós suspendemos seu vínculo até sabermos mais sobre o assunto.”, disse a Valve ao Kotaku.

Relato da prisão.
Relato da prisão.

A polícia não divulgou mais nenhuma informação sobre a criança em questão ou sobre o assunto.

Jess Cliffe e Minh Le (colega de faculdade) criaram Counter-Strike em 1999 como um mod de Half-Life. Com o negócio fazendo sucesso e ganhando popularidade, a Valve se interessou e acabou contratando os criadores, adquirindo os direitos autorais de licença para transformar o mod no game oficial que é um dos maiores e-sports do mundo.

Cliffe também participou da criação de Half-Life 2, Team Fortress 2, Left 4 Dead 2 e Portal 2.

Jess Cliffe.
Jess Cliffe.