“Xbox Game Pass” está recebendo muitos comentários ultimamente tanto positivos quanto negativos. Ainda nesta semana, haviam discussões sobre a fidelidade da Microsoft com a notícia de que os exclusivos do Xbox One estariam no Xbox Game Pass, porém, a empresa confirmou que a notícia seria permanente.

A partir da notícia de confirmação, houve muita repercussão tanto positiva quanto negativa em relação ao assunto. Apesar da felicidade dos membros de Xbox Game Pass, uma rede de lojas austríaca “Gameware” não ficou satisfeita com a decisão da Microsoft.

Diante de toda repercussão, o chefe da divisão Xbox, Phil Spencer foi bem questionado sobre o assunto nas redes sociais. Umas das perguntas foi feita pelo usuário Sahand Tajdini que disse:

“Hey Phil espero que você esteja indo bem. Você vê a XGP como uma oportunidade para apresentar experiências únicas e novas aos usuários ou é mais ou menos apenas um serviço de assinatura com um ótimo valor?”

Respondendo ao usuário Spencer disse que vê como as duas coisas.

“Vejo o XGP como ambas. Para mim, o valor é bem óbvio. A ideia de um novo modelo que pode abrir oportunidades para a criatividade é onde chegaremos, penso eu. Especialmente para os SP games. Isso é o que o modelo fez na televisão, mas não é uma analogia exata,” disse Spencer.

“Temos muito interesse dos estúdios que querem ver como vão correr as coisas depois do nosso anúncio recente. Vamos liderar com as nossas first-party, mas tornar o XGP num modelo para mais estúdios é o nosso objectivo.”, completou o chefe da Xbox.

Os assinantes de Xbox Game Pass pagarão R$ 29 mensais e terão todos os jogos lançados no Xbox One disponíveis, incluindo jogos como Gears of War 4, Halo 5: Guardians, Sea of Thieves, Crackdown 3, Forza entre muitos outros que a Microsoft preparar.

Phil Spencer
Phil Spencer